quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Queremos mudar ....

Eu acredito que a beleza, vem de dentro para fora, clichê ou não, whatever, EU ACREDITO, e cá em casa o que vale, é o que NÓS pensamos da Vida e como a levamos...

Não postei esta foto, para me expôr, nem para me fazer mais que niguém, porque até nem gosto dela ( não sei se repararam mas até a cortei, não gosto da minha testa...lol ), apenas a postei para iniciar o mote para a nossa conversinha de hoje, esta mostra um sorriso meu espontâneo e sem poses, mesmo com 110 kilos lol.


Eu sou FELIZZZZZZ minhas queridas amigas, tão feliz com 110,700kg, como era com 67kg e como serei com 80kg....


Ter alguém a nosso lado, que nos vê, de dentro para fora, ajuda, mas não é tudo obviamente, até porque eles são homens ( ou mulheres ) e obviamente que o lado físico é importante para qualquer ser humano, no entanto, somos nós as actrizes principais, neste filme que é a nossa Vida.
Esta é só para pensar:
Se a pessoa que amam, engorda-se 30 kilos, vocês deixariam de o amar?

Um dia alguém me disse:

-"É engraçado, és gordinha e és tão feliz....como consegues???"

Claro que me apeteceu mandá-la para o %%#$%, mas limitei-me a fazer como faço sempre, a sorrir e a dizer que o nosso AMOR PRÓPRIO não se mede a kilos, é a intensidade....eu AMO-ME mais que ninguém e isso ajuda-me a encarar a vida, os kilos a mais, os outros, com alegria, com olhos de quem tem esperança, de um amanhã, muito mais fácil, lindo e perfeito e isso cara amiga ( sua parva ), transmite-se a quem está connosco, talvez por isso ele me ame, se era isso a que ela se referia.

Nunca almejei ser uma SUPERMODEL, para prender o meu namorido, nem com medo que ele olhe para outras mulheres, mais bonitas, mais magras que eu.....

Nunca pensei, que quero emagrecer para os Homens olharem para mim e atirarem os tais piropos á trolha, que eu odeio, porque isso, minhas amigas, sempre aconteceu, mesmo com estes kilos todos que carrego todos os dias...existe sempre alguém que gosta da nossa imagem, por isso mesmo, nem todos vestimos amarelo...

Nunca pensei, hummmm que vergonha, aquelas são magras e estou aqui eu, gorda e sem graça, não minhas amigas, eu sou EU, um ser independente, e nunca passei despercebida, dentro de grupo nenhum, e não é por parecer a noiva do Shrek...

Nunca pensei mal de mim, porque SEI o que sou, sei que faço amigos com facilidade, sei que os kilos a mais, não me vão fazer perder quem está comigo e me ama, sei que os kilos a mais não são as características em mim, que as pessoas vêem em primeiro lugar, sei que os kilos a mais não baixam o meu Q.I. nem me tiram a posição que tenho e nem o meu carácter e sabem que mais????Serei sempre a mesma pessoa, igualzinha a mim própria, mais leve é verdade, mas só no peso do corpo, porque a minha Alma, essa voa como o pensamento, é leve e desprovida de negatividades.

Vivam a vida sempre de ânimo leve, com alegria, com muito Amor próprio, procurem alternativas para o vosso crescimento enquanto seres Humanos, enquanto Mulheres, preocupem-se com os amigos, com a família, mas sobretudo com VOCÊS mesmas, ajudem os outros, porque vos faz bem, não pensem nos kilos a mais, pensem no que vão ganhar quando os perderem, deem gargalhadas, gozem de vocês mesmas, saltem, amem, se alguém vos criticar, sorriam e virem as costas, um dia....um dia....
Andem na rua como se fossem dona dela, em casa dancem!
Os kilos são como o dinheiro....vai e volta....é só fazer por isso!!!Não sofram por uma coisa que podem mudar, sofram sim, pelo impossível, pelo que nunca mais volta, e depois encontrem alternativas, elas existem.

Como disse Shakespeare:

"É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. O nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de acções e reacções, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente torna-se mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes. Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande... é a sua sensibilidade, sem tamanho..."

Amem-se e sorriam com sinceridade, com o sorriso que vem de dentro, o verdadeiro....Sempre!
Gosto muito de vocês, e estarei aqui sempre, para uma palavra de força, a luta não é fácil, mas não é impossível.
Kissinhos

19 comentários:

O meu estranho planeta... disse...

Adorei este post... Não sei explicar mas tocou-me ler estas tuas palavras. Continua assim...

Dieta da carla disse...

Fizeste-me chorar com este post, realmente eu não aproveito a minha vida, nunca aproveitei, sempre me escondi por me sentir gosrda um monstro ao pé dos outros, se for pensar bem, afastei todos por me sentir assim, a pior do mundo, infeliz... olho e a minha vida é tão negra, a culpa é minha, gosto mais de me esconder e ficar trancada em casa do que sair e conviver, tudo porque ODEIO-ME. Este fim de semana vou ao avante mas nem me apetece, só de pensar q vou estar ao pé de tantas pessoas e vão ver aqui a gorda ;(. Quem me dera ser assim animada, gostar de mim mesma, enfim...

Adoro o teu blogge.

Um beijinho,

ps: se não te importares vou copiar a parte do Shakespeare e por no meu blogge.

Buxi disse...

Acho que fazes muito bem :). O meu gajo tb quando estava mais gorda esteve sempre ao meu lado e diz que tou sempre na mesma. E um querido !hehe! E tu tinhas 110? Nao parece nada, pensava que andavas pelos 80, sortuda!
E sim a felicidade nao tem nada a ver com o aspecto, tem a ver com a maneira como vemos o mundo ;P
bjkas!

Patita disse...

Tbm gostei imenso deste post e sei que vou repetir a buxi mas não parece em nada que tenhas 110 kGs fiquei parva.
É mt bom quando não estamos sozinhas para o bom e o mau. Continua assim por favor, feliz e de bem com a vida, este mt precisa de mais pessoas felizes e realizadas.

Bjs

ULTIMATUM AO PESO disse...

Rsrs obrigada, mas tinha mesmo 110!!!!Apesar de andar imenso, pk trabalhavamos na 5th avenue e em Nyc, temos que andar bastante, não há cá carrinho estacionado em frente ao trabalho!!!!
É a minha morfologia, eu tou bem distribuida ( GRACAS A DEUSSSSSSSSS ).


Beijos e obrigada amores, já passarei nos bloguitos todos, agora tou meia atarefada!
Carla........já falamos

butterfly disse...

são realmente palavras lindas... concordo contigo as pessoas temque gostar de nós pelo que somos por dentro, pelas ações, atitudes, valores e não por um aspecto fisico...
bjinho grande

A Autora do blog disse...

Admiro a tua postura perante a vida.
Subscrevo-a totalmente.
Sê feliz sempre e apesar de todos os pesares que possas encontrar pela vida fora.

Também, gosto bastante dessas frases de Shakespeare são simples mas profundas.

Bjs

http://dietasqb.blogspot.com/

Branquinha disse...

Olá Ultimatum. Belo post e é bom saber que há outras pessoas que pensam como nós e que têm os mesmos sentimentos. O meu namorado sp me apoiou nesta luta e sei mt bem que se tivesse mais peso, ele nunca me deixaria. True love, como o teu ;)

Força***

Lisa disse...

Adorei!
a tua força interior é cativante!
e as unhas como ficaram??? bjinhos grandes

dany disse...

Quando nos respeitamos e conseguimos olhar para dentro e entender a nossa especificidade,o mundo faz-nos uma vénia. Para mim só provaste mais uma vez a tua beleza, que sinceramente resplandece em cada cm do teu corpo. Se quem vive dentro da casa está em paz consigo mesmo, fará uma bela decoração progressivamente, com determinação e amor em cada pormenor. Eu tenho a certeza que essa casa vai transparecer cada vez mais aquilo que és, até se fundir mesmo com a tua essência. Para mim, atingiste a tua meta. Os kilos são pormenores secundários, que eliminarás com o tempo.

Os meus sinceros parabéns. Obrigada pelo sorriso contagiante que chegou mesmo cá dentro :)) *

Electra disse...

O teu sorriso não engana, e passa bem a ideia de felicidade!

A respeito do meu post: Mas deixo uma mensagem especial à ultimatum ao peso. Eu falo apenas da minha vida pessoal.
Bem sei que as pessoas são felizes gordas ou magras.
A minha realidade é que me enganei a mim mesma: eu não era feliz no meu corpo, não me sentia bem, não gostava do que via ao espelho, evitava os espelhos e as fotos e mantive-me longe da balança durante 6 anos para nem ver quanto pesada. Sentia-me velha antes do tempo e sem energia.

Entrei em depressão... fingia que acreditava que ser gorda ou magra quando és amada (e eu sou), mas percebi numa conversa há tempos que isso tinha também importância para ele, apesar de me amar gorda ou magra. Pois o amor é para com as pessoas para além do lado físico. Mas o desejo, a libido, tem também outras condicionantes.

A minha história é longa. Muitas vezes me refugiei na ideia de ser amada, de ser boa no que faço, na minha vida profissional para desleixar o resto. E é isso a que me refiro quando digo que para mim foi um engano.

Claro que fui feliz durante estes 6 anos!

Apenas fingia que estava feliz com o meu corpo quando não estava, e além disso o meu corpo inibiu-me de viver muito mais: de sair mais, de me divertir mais, de ser mais espontânea e fazer coisas.

Não tenho essa facilidade com as pessoas, posso parecer demasiado séria, não faço amizades facilmente... e os meus 100 quilos só me faziam ser mais tímida e inibida.
Espero que me compreendas...

ULTIMATUM AO PESO disse...

Eu entendi bem, e este post então ajudar-te-á a ver as coisas do meu prisma...

Eu entendo, e claro que não estou a personalizar.
Só te queeria passar a mensagem de que, se voltares a engordar, irás ter força para voltar a emagrecer e não vais ser infeliz por isso, aliás não podes, tens que aceitar, que não somos infaliveis, e que tudo na vida pode ter um retrocesso ( Diabo seja surdo e mudo ), mas que pode acontecer pode ( falaste no medo de voltar a engordar... )
EM relação a líbido, lá está, todos temos pontos de vista diferentes, eles tb....é como gostar de ter um corpo tatuado ou não...

Beijos e não interpretes a minha mensagem como um ataque ( rs sou muito da PAZ ), eu so queria mesmo dizer, que discordo, a felicidade tem que existir, SEMPRE, independente do teu peso.

Para mim, és e será sempre um exemplo, que perseverança e força, seja com 70 ou 100 kilos, e gosto muito de te ler, por isso vi a tua resposta lol, vim mostrar ao meu marido ehehehe...

Desculpa se não me expliquei bem...

kissinhos

Estrelinha disse...

Minha nossa...
Que post maraviolhoso e que palavras tão sábias e tão bem aplicadas!
Nada a acrescentar!
Obrigada pela boa energia que nos dás.
Beijinho grande

CC disse...

Oi querida

Conforme deixaste comentado no meu blog, vim ver o teu post.
É muito verdadeiro, nem mais, é mesmo isso. Mas o meu "problema" são vários problemas que tenho em mãos agora para resover e é isso que me anda a "massacrar". Acho que um deles já está mais ou menos resolvido... vamos ver... mas o teu post é totalmente o que eu penso, eu gosto de mim, seja com 100kg ou com 60kg e não sou nem serei igual a ninguém, apenas eu, cm sp fui!!!

Continua assim, és de facto muito alto astral e motivadora - obg!

Beijoca
Gostei de te "conhecer".

Joana disse...

Para já, nunca imaginaria naquela foto que tinhas 110 quilos! És linda e o teu sorriso transparece a alma que tens e a o quanto amas a vida.
Já tive tantas discussões sobre o quanto o físico conta ou não na nossa vida e na nossa comunicação interpessoal. Claro que conta, mas de que vale um corpo escultural se a cabeça é oca depois?! Além de que existem mesmo gostos para tudo, há quem goste de gordas, magras, altas ou baixas, depende de cada pessoa. No meio de isto tudo, é essencial que nos respeitemos e amemos quem somos, com ou sem kilos a mais em cima. Sempre ouvi dizer que para que gostem de nós é absolutamente necessário que nos amemos a nós próprias primeiro. Concordo plenamente e adorei as tuas palavras. Orgulho-me de conhecer pessoas com tanta coragem e vontade de viver e sorrir como tu. Continua com essa força que te envolve e caracteriza, chegas longe e cada vez mais feliz! :D

Beijinho grande.

Ana Mateus disse...

Até me caiu uma lagrimita... (sua parva) isto não se faz!!!

Beijo enorme

butterfly disse...

deixei um selo pa ti no meu blog...
bjinhu

CC disse...

Olá querida!

Onde é q andas?!?!

Está tdo bem?!?!

Beijocas

Paula disse...

Verdade provada:ser magra não é nem nunca será sinónimo de autoestima ou felicidade...